domingo, 17 de julho de 2011

Crescimento econômico X desenvolvimento intelectual


O Ceará ainda está muito longe de cumprir as metas da educação básica. Menos de 47% da população acima de 15 anos tem o ensino fundamental completo. Em 1992, este índice era de 19,6%. Naquela época, a meta do estado é chegar a 2018 com 100% dos jovens acima de 15 anos com o ensino fundamental completo.

Cá pra nós é uma meta quase impossível de ser batida, pois desde 92, quase 20 anos, o estado evoluiu menos de um terço do que deveria, e agora em apenas 7 anos deve mais do que dobrar estes avanços.

Especialistas apontam a questão social como o maior entrave para que 100% das pessoas terminem o ensino básico. A maioria das crianças que estão na escola pública hoje são filhos de pais que não veem a educação como algo importante, pois muitos deles sobreviveram sem a escola. O que acontece é que a permanência dessas crianças na escola se deve unicamente, em alguns casos, ao recebimento de benefícios como o bolsa família.

Outro motivo recorrente, e que o ceará não tem avançado, são aquelas situações em que os jovens precisam deixar os estudos para trabalhar e ajudar financeiramente em casa. Esta é uma pedra que vem aumentando de tamanho no sapato de cada governo e as ações têm se mostrado ineficazes para resolver esta situação, uma das mais graves que o ceará enfrenta.

Para se pensar em crescimento econômico é preciso antes de tudo pensar no desenvolvimento intelectual das pessoas, pois isto é, sem dúvida, a maior riqueza de um povo.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada
Todos os direitos reservados