sexta-feira, 23 de abril de 2010

Congresso em Fortaleza discute estratégias eleitorais

O 9º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais & Marketing Político começou na noite desta sexta-feira (23) com palestras dos consultores políticos Rubens Figueiredo e Carlos Augusto Manhanelli, dois dos principais profissionais brasileiros da área.

Na palestra de abertura, Rubens Figueiredo falou da importâncias das estratégias eleitorais para o sucesso nas campanhas, destacando que a falta de credibilidade dos políticos é um dos maiores desafios dos candidatos. Mostrando dados de pesquisas que apontam que políticos e instituições políticas são as classes menos acreditadas pela sociedade, o consultor explicou que a construção de boas imagens é a chave do sucesso eleitoral.

Na segunda palestra da noite, Carlos Augusto Manhanelli, presidente da Associação Brasileira de Consultores Políticos, destacou assuntos do livro que lançou após a explanação. A obra Passo a Passo do Nascimento de um Candidato, 11º da carreira, é, segundo o autor, uma síntese de sua vida como consultor e marketeiro, profissão que exerce desde 1976. Manhanelli já trabalhou em 238 campanhas, no Brasil, Estados Unidos e vários países da América Latina e África, e de acordo com ele obteve sucesso em 80% delas.

Em entrevista coletiva que deu antes de iniciar a palestra, Manhanelli falou da tendência das novas tecnologias e da internet nas campanhas de 2010 e ressaltou que o instrumento que foi um dos grandes responsáveis pela vitória de Barack Obama, nos EUA, não pode ser usada da mesma forma no Brasil. "Aqui a realidade é outra, as estratégias são diferentes. Não sabemos ainda como funciona. Esta vai ser a primeira vez em que vamos utilizar a internet em sua totalidade em uma eleição. Vamos fazer um grande laboratório na disputa dester ano e saber o que funciona e o que não funciona". Manhanelli afirmou que aqui a televisão, principalmente as inserções de 30 e 60 segundo, ainda será o principal meio de divulgaçãodas campanhas. (veja o vídeo)

video

Sobre a polarização da eleição entre dois candidatos, como se desenha o cenário eleitoral deste ano, Manhanelli afirmou que é muito ruim para a democracia. "Não se tem debates mais aprofundados ou diversidades de ideias para que o eleitor possa escolher", completou.

O congresso continua neste sábado, com palestras de renomados profissionais, como Fernando Lacerda, Marcelo Serpa, Tadeu Comerlato, Paulo Taques, Gil Castillo, Chico Santa Rita, além do Desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, presidente do TRE Ceará.

Mais informações acesse www.estrategiaseleitorais.com.br.

Nenhum comentário:

Pesquisa personalizada
Todos os direitos reservados